Pensamos Diferente
Nossos consultores precisam ter boa formação e experiência? Sim. Mas não é só isso. Queremos postura pró-ativa frente a um problema ou oportunidade. Em poucas palavras, aceitar o desafio. Desafio de pensar diferente. Usar a criatividade para pensar em uma solução simples, ao invés de investir em complexidade.
Venha Trabalhar Conosco
Se você concorda com nosso modo de pensar, seus valores são os mesmos que os nossos, você acredita em crescimento profissional constante e gosta de desafios, entre em contato conosco, venha tomar um café e resolver um Case. Você pode trabalhar conosco!
Nossos Valores
  • Ética
  • Comprometimento
  • Confiança
  • Competência

Comunicação de Alto Rendimento





Benefícios


Baseado no Artigo
DNA da Toyota

Eficiente

Ágil e Consistente

Promove a Inovação


Agenda


Etapa 1
Kick-off

Kick-off

Objetivo
Entendimento da dinâmica da empresa. Estilo de liderança, cultura e oportunidades de melhoria.

Método de Ação

  • Entrevistas
  • Análise estratégica – Deming
  • Observação

Ferramentas

  • Avaliação – Deming
  • Entrevistas

Etapa 2
Workshop

Workshop e
Plano de Ação

Objetivo
Discutir com o time as falhas e as oportunidades de melhoria.

Método de Ação

Treinamento:

  • DNA da Toyota – 2ª regra
  • Discussão de caso
  • Comunicação eficiente e ruídos

Plano de Ação:

  • Soluções de comunicação e disciplina
  • Melhorias nos canais de comunicação

Ferramentas
World Café


Etapa 3
Coach

Coach

Objetivo
Acompanhar a implementação da solução proposta.
Método de Ação
Discussão individual

Ferramentas

  • Entrevistas
  • Acompanhamento
  • Correção de rumo

Etapa 4
Resultados

Resultados

Objetivo
Medir os resultados.

Método de Ação

Análise de variáveis:

  • Emissão
  • Recepção

Ferramentas

  • Feed back
  • Matriz de maturidade
  • E-R

Etapa 5
Incorporação na Cultura da Empresa

Incorporação na
Cultura de Empresa

Objetivo
Garantir a mudança de cultura na empresa.

Método de Ação

  • TIE – Total Involvement Employee;
  • Multiplicadores

Ferramentas

  • Plano de ação
  • A3/PDSA

O artigo escrito por Steven Spear, Decoding Toyota DNA, tem desdobramentos muito além do que se supõe após a primeira análise. Neste trabalho Spear enumera 4 regras que “governam” o modus operandi da Toyota. São eles:

  1. Como as pessoas trabalham;
  2. Como as atividades se conectam;
  3. O arranjo físico ou fluxo do processo;
  4. Como se deve desenvolver a melhoria.

Estes princípios são tão fortes que com base neles um enorme esforço de melhoria dos processos em ambiente hospitalar tem sido desenvolvido. Aqui queremos mostrar o impacto e desdobramento da 2ª Regra: Como se conectar.

Normalmente a aplicação tradicional desta regra nas Operações implica em sinais claros e inequívocos para produzir ou não um item. Abastecer ou não um posto com insumos ou componentes, dentre outros. Assim a descrição mais tradicional desta regra é:

  • Regra: Conexão clara ligando diretamente cliente e fornecedor;
  • Pressupostos: A solicitação do cliente deve ser claramente especificado, e o fornecedor pode atende-lo;
  • Possíveis Problemas: Falta de sincronismo entre cliente e fornecedor. Falta de capacidade para atender a solicitação naquele momento;
  • Possíveis respostas: Especificar o padrão de comunicação. Determinar a real capacidade de atendimento, ou criar uma proteção.

Porque aplicar este princípio a comunicação? A partir desta pergunta nasceu a Comunicação de Alto Rendimento.

O sistema de cadeia de ajuda para suporte e solução de problemas é um exemplo onde é necessária uma Comunicação de Alto Rendimento. Lembre-se, o objetivo da comunicação é provocar a ação do receptor. Ou seja, quando por exemplo o líder de time aciona a manutenção, ele o faz com o objetivo de ter apoio da manutenção na solução – correção, de um problema. Para isso esta comunicação deve:

  • Identificar claramente o problema: Para poder acionar o manutentor adequado, é identificar corretamente a causa-raiz do problema;
  • Atingir o Receptor correto: Se possível, devo falar diretamente com o manutentor específico;
  • Descrição adequada: Devo especificar a necessidade claramente. Ou seja, devo descrever perfeitamente o problema.

Este exemplo simples já demonstra quanto desperdício pode ser gerado com uma comunicação ineficiente. Nossa proposta é criar um modus operandi que garanta uma Comunicação de Alto Desempenho, que efetivamente provoque a ação correta do receptor.

Este padrão de comunicação deve fazer parte da cultura da empresa. Por isso, depois de um piloto e algumas sessões de coach desenvolvemos atividades para que este modelo seja incorporado por todos da empresa.

CasesRelacionados



Mais Produtos deAlto Impacto


Design de Alta Performance

– 30% de aumento de produtividade
– 20% de redução de custo
– Qualidade garantida
– Cuidado com ergonomia

Quero Saber Mais

Inteligência em Redução de Custos

– Mensuração dos desperdícios;
– Análise da causa-raiz;
– Gestão focada em resultados

Quero Saber Mais

Agilidade na Operação de CD

– Agregar valor na operação do CD
– 31% de aumento da produtividade
– 12% de redução de custo

Quero Saber Mais